top of page

Geografia - Prof. Eloá - 30/04

Olá, queridos! Bom dia!!

Vamos dar continuidade a nossa matéria. Como vocês sabem, estávamos estudando sobre a Europa. Vimos os aspectos físicos, econômicos, sociais... E em nossa última aula vimos sobre os recursos energéticos, lembram? E hoje vamos dar continuidade, mas abordando as conquistas energéticas. Ou seja, considerando os recursos renováveis e sustentáveis, quais são as possibilidades e limitações? É o que veremos na aula de hoje. Vamos assistir!

E não deixem de fazer os exercícios que como sempre, eu deixo no final do vídeo. É importante fazer os exercícios para saberem se estão compreendendo o conteúdo. E claro, não deixem de corrigir! Mantenham o caderno em dia, combinado? E abaixo do vídeo está a correção dos exercícios da aula passada.





Correção dos exercícios da aula do dia 16/04: pág. 88 e 89


1) O carvão ainda é uma fonte de energia importante na Europa, mas seu uso vem diminuindo a cada ano. Hoje ele representa 16% da matriz energética europeia e é encontrado em grande quantidade na Alemanha, por exemplo.


2. a) Em alguns países, como França, Eslováquia e Hungria, mais de 50% da energia elétrica consumida é gerada em usinas atômicas.


b) Uma das justificativas apresentadas para a construção de novas usinas atômicas diz respeito à necessidade do cumprimento da meta de redução das emissões de gases de efeito estufa.


4) Investimento em fontes de energia renováveis; aumento da reciclagem e de resíduos sólidos; investimentos em tecnologias que favoreçam o desenvolvimento sustentável.


5. a) Alemanha (6º lugar); Itália (7º lugar); Espanha (8º lugar); Países baixos (9º lugar); França (10º lugar).


b) Esses países não produzem energia elétrica suficiente para suprir sua demanda energética, já que possuem algumas das regiões mais industrializadas do mundo.


8. a) Atualmente, existem dois projetos para intensificar a importação de gás natural da Rússia: a construção dos gasodutos Turk Stream e Nord Stream 2, representados no mapa.


b) A dependência de um único fornecedor é temerária, pois, no passado, problemas russos alheios à Europa puseram em risco o abastecimento de gás do continente europeu.


c) Significa que a dependência europeia de fornecedores externos de gás natural aumentará ainda mais. Ao mesmo tempo, o aumento do uso de gás natural na Europa sinaliza uma provável redução do uso de carvão e petróleo, altamente poluentes.


Até semana que vem!

Um abraço! ♥

271 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Aviso - Resultados de Recuperação

AVISO - Resultados de Recuperação pendentes serão disponibilizados segunda-feira, 21/12, após 12h. Atenciosamente, Coordenação - CPG

コメント


bottom of page